Pequena seleção da Programação 2010 do Municipal de SP

Ainda em obras e com concertos acontecendo em outras salas da cidade, a programação do primeiro semestre de 2010 da Orquestra Experimental de Repertório do Teatro Municipal de São Paulo (OER), já está no ar desde 7 de fevereiro. A agenda traz boas opções, e particularmente encontrei duas de especial interesse para compor a minha agenda.

A primeira acontece em 30/Mai às 11h, no Teatro Bradesco, com as 8 Canções da Trompa Mágica do Menino (Des Knaben Wunderhorn), parte das comemorações dos 150 anos de nascimento do compositor alemão Gustav Mahler. O programa traz além das 8 canções, a Sinfonia Nr 1 “Titã”, os solistas Denise de Freitas e Leonardo Neiva, e a regência do nosso ilustre Jamil Maluf.

A segunda acontece em 13/Jun às 11h, também no Teatro Bradesco, com o Concerto para Piano e Orquestra Nr 2 de Chopin, na interpretação do ganhador do concurso Chopin-OER, cuja identidade será conhecida em 22/Mai, data da etapa final do concurso, patrocinado pela OER neste 2010, ano de comemoração dos 200 anos de nascimento do compositor polonês Frédéric Chopin, e ano do vigésimo aniversário da OER. O programa inclui ainda a Sinfonia Nr 1 “Primavera” do compositor alemão Robert Schumann, e a regência de Jamil Maluf.

É isso. Apesar do website do Teatro estar com conteúdo desatualizado quando o assunto é venda de ingressos, este é um problema que pretendo resolver no primeiro horário do expediente da segunda, diretamente na Bilheteria do Teatro Municipal. Se você for, nos vemos por lá.

Spread the word:

Horowitz toca Kinderszenen em Viena

dia desses comecei a estudar o álbum da juventude – Album für die Jugend, Opus 68 – do compositor alemão robert schumann. a edição da partitura que comprei, a tradicional da henle verlag, inclui a delicada Kinderzsenen, Opus 15 (cenas de infância) – uma das minhas favoritas quando o assunto é schumann. há alguns dias atrás, ouvi quase por acaso num programa da rádio cultura fm de são paulo uma aclamada gravação desta peça na interpretação da argentina martha argerich. coincidências à parte, eis que também por acaso, dias atrás na Film & Arts, assisti ao recital do grande vladimir horowitz na não menos majestosa viena, com repertório notável incluindo a Kinderszenen: das várias interpretações que ouvi nos últimos dias, foi esta a que particularmente me encantou mais. deixo aqui como recomendação para quem quiser experimentar. boa audição! 🙂

Spread the word:

chant d’amour

E por falar na Cecilia Bartoli… descobri esses dias um álbum dela que eu não conhecia. Um repertório baseado em canções francesas pouco executadas. É uma Cecilia com uma voz mais “escura” e bastante contida, mas perfeitamente adaptada para a interpretação de personagens diferentes. Gostei de todas as canções, mas da La mort d’Ophélie em particular. Achei que valia o post: boa pedida!

Spread the word: