Frühstück mit Herr Mozart!

Herr Mozart analisando a qualidade da
execução de suas peças em meu Yamaha Clavinova.
Foto: Sheila M.

O post de hoje é apenas uma brincadeira. Uma brincadeira para registrar a chegada, aqui em território LesAmis, da miniatura mais apropriada de todos os tempos: Wolfgang Mozart, ele próprio, vestido à caráter não apenas para o chá da manhã, mas especialmente para apreciar a execução de algumas de suas obras primas que são tocadas religiosa e diariamente por aqui enquanto trabalho.

Capa da edição inglesa de Coffee
with Mozart, de Julian Rushton (2007)

A propósito, a referência me fez lembrar do livro que traz um diálogo fictício num café em Viena, desenhado para ter acontecido durante um chá da tarde onde o compositor recebe um visitante inglês, alguns dias antes de sua morte, ocorrida em Novembro de 1791. Apesar de fictício, o diálogo é baseado em dados bibliográficos reais do compositor, e passa por fatos marcantes de sua vida e obra, seus relacionamentos sociais, e crenças políticas e religiosas.

Não fosse pelo diálogo fluido e repleto de fatos interessantes, o livro vale ainda pela bela declaração de amor ao trabalho do mestre, nas palavras do compositor britânico Sir John Tavener, registradas no Prólogo.

É isso por hoje. Aproveite seu dia e reserve um espaço na agenda para apreciar aquela uma obra do compositor que primeiro tem vem à mente quando o assunto é Mozart!

Spread the word: