Pequena seleção da Programação 2010 do Municipal de SP

Ainda em obras e com concertos acontecendo em outras salas da cidade, a programação do primeiro semestre de 2010 da Orquestra Experimental de Repertório do Teatro Municipal de São Paulo (OER), já está no ar desde 7 de fevereiro. A agenda traz boas opções, e particularmente encontrei duas de especial interesse para compor a minha agenda.

A primeira acontece em 30/Mai às 11h, no Teatro Bradesco, com as 8 Canções da Trompa Mágica do Menino (Des Knaben Wunderhorn), parte das comemorações dos 150 anos de nascimento do compositor alemão Gustav Mahler. O programa traz além das 8 canções, a Sinfonia Nr 1 “Titã”, os solistas Denise de Freitas e Leonardo Neiva, e a regência do nosso ilustre Jamil Maluf.

A segunda acontece em 13/Jun às 11h, também no Teatro Bradesco, com o Concerto para Piano e Orquestra Nr 2 de Chopin, na interpretação do ganhador do concurso Chopin-OER, cuja identidade será conhecida em 22/Mai, data da etapa final do concurso, patrocinado pela OER neste 2010, ano de comemoração dos 200 anos de nascimento do compositor polonês Frédéric Chopin, e ano do vigésimo aniversário da OER. O programa inclui ainda a Sinfonia Nr 1 “Primavera” do compositor alemão Robert Schumann, e a regência de Jamil Maluf.

É isso. Apesar do website do Teatro estar com conteúdo desatualizado quando o assunto é venda de ingressos, este é um problema que pretendo resolver no primeiro horário do expediente da segunda, diretamente na Bilheteria do Teatro Municipal. Se você for, nos vemos por lá.

Die Schöpfung no Municipal de São Paulo

HAYDN (1732-1809) e o nascimento do universo – contado em seu oratório Die Schöpfung (A Criação), em 3 partes – em sessão gratuita, na programação de Natal do Theatro Municipal de São Paulo.

Com pouco menos de 2 horas de duração, a obra conta a história da criação do mundo ao longo de 7 dias, segundo o texto do Gênesis da Bíblia cristã – alternados com textos extraídos do “Paraíso Perdido” de John Milton, ambos traduzidos para o alemão.

Compositor importante na formação da estética do classicismo, Haydn e sua “A Criação” com suas ilustrações pictóricas, instabilidades harmônicas e o prenúncio da desintegração tonal, contribuem para o estabelecimento das bases do romantismo – a estética predominante no século XIX.

É presente de Natal e agenda imperdível para os amantes do universo erudito que transitarem pela cidade de São Paulo nos próximos dias 16 e 19 de dezembro. Vamos ao concerto?

Serviço: Theatro Municipal de São Paulo. Praça Ramos de Azevedo, s/nº, Centro

Dia 16/dez às 11h e 19/dez às 20h30. Orquestra Experimental de Repertório e Coral Paulistano. Martha Herr (soprano), André Vidal (tenor), Lício Bruno (baixo), Jamil Maluf (regente).

Entrada franca. Ingressos serão distribuídos na bilheteria do teatro 2h antes do início do espetáculo.