Discovering Sound at Belgais

Claudio Abbado, our forever conductor of the Berliner Philharmoniker, referred to the importance of listening and of silence in music. Daniel Barenboim, one of the finest pianists and conductors of our time, also celebrates silence in music:

There are many types of silence. There is a silence before the note, there is a silence at the end and there is a silence in the middle.
— Daniel Barenboim

The celebrated tireless Portuguese pianist, Maria João Pires, once more shares thoughts and feelings about sound and silence. And goes beyond: teaches and shares her personal discoveries of a lifetime, after having dedicated her entire life to the piano. We have already published about her personal thoughts on technique (The Universe of Maria João Pires), and are delighted to now share her Discovering Sound documentary.

A small token of our worship for this incredible artist and human being, a couple of days in advance of her appearance in London (at Cardogan Hall), to bring us a delightful gift: Beethoven’s ultimate Piano Sonata, Op. 111, in C minor. Bravo!

Märchenbuilder

I have been thinking of moving out of Sao Paulo, but then there comes the Piano Recital Series coordinated by the Brazilian Sculpture Museum (“Museu Brasileiro da Escultura”) and surprises me once more. Beautiful initiative, always coming up with an interesting musician and a great repertoire to be tasted. This time a very well known composer – of those we sometimes think that we have already appreciated every piece. And there comes Robert Schumann and his Märchenbilder, Opus 113 (March, 1851).

There are four movements, each of them written after an unique fairy tale. What a lovely dialogue between the piano and the viola! The slow last movement “with melancholy” is specially suggestive of peace and reconciliation, two words that work great with the awaken of the sleeping beauty. Beautiful gift by the hands of Mrs. Liliane Kans (piano) and Mr. Abrahão Saraiva (viola). Perfect sunday afternoon!

Now, better than talking about music is listening, so I offer you here then a youtube version of Schumann’s Märchenbuilder, by the skilful hands of Mr. Sviatoslav Richter (piano) and Mr. Yuri Bashmet (viola). Seat back and enjoy!

 

Chopin 205!

Nesta data 22 de fevereiro, no ano de 1810 – embora na incerteza da época há quem defenda que foi em 01 de março do mesmo ano – nascia nos arredores de Warsaw, na Polônia, o pianista e compositor Fryderyk Franciszek Chopin, que o mundo conhece por seu nome francês, Frédéric François Chopin. Um dos símbolos máximos do período da música conhecido por Romantismo, talentoso e extremamente reservado, em 18 anos de sua carreira na França, deu cerca de 30 concertos apenas em grandes salas – tímido, preferia o acolhedor ambiente do ambiente de câmara dos salões privados. Permanece um ídolo em sua pátria natal, de onde se mudou aos 21 anos por apoiar o ideal revolucionário contra a política da época, e dá nome ao aeroporto mais importante da Polônia até hoje.

E para celebrar o gênio em seu 205o. aniversário, deixo aqui um recorte do filme “À Noite Sonhamos” – do original em inglês “A Song to Remember“, de 1945 no olhar do diretor húngaro Károly Vidor, com 6 indicações ao Oscar e 1 estatueta ganha por Melhor Filme Estrangeiro. Neste recorte, Chopin chega com seu professor ao escritório do Sr. Pleyel, em Paris, 11 anos após uma correspondência trocada entre eles, onde o professor pedia espaço para apresentar seu aluno talentoso. O Sr. Pleyel logo mostra que não tem mais interesse em Chopin, até que na sala ao lado, ninguém menos do que Franz Liszt, em visita ao mesmo escritório e tendo encontrado uma partitura que considerou interessante aberta sobre o piano, começa a tocá-la a elogiá-la. Endosso feito, nasce uma amizade e a oportunidade de Chopin em Paris. Vale conferir!

Daniel Barenboim – A Music Ambassador

For concert music fans, the conductor and pianist Daniel Barenboim is by far one of the most celebrated. Both brilliant musician and a controversial character. Piano player, conductor, music director, professor, writer, and owner of an externes list of awards and recognitions. Born to a jewish-russian family in Argentina, in 1942, he is also well known by being a resolute critic of the Israeli occupation of Palestinian territories.

His music interests me a lot, but I am also specially fan of his writing and thoughts about music and life. When researching another theme, I happened to find out this interview he gave to “The Frost Interview” in 2013. I thought you might be delighted to check it out!

Música de câmara na metrópole

Grata surpresa na agenda do final de semana paulistano, fiz meu debut no SESC Santana, para um concerto do Quarteto Leipzig, considerado nos dias de hoje um dos melhores do mundo. No programa, um repertório recheado de criações para quarteto de cordas por compositores russos:

  • Arthur Lourie (1892-1966). Suite para Quarteto de Cordas Nr. 3
  • Igor Stravinsky (1882-1971). 3 Peças para Quarteto de Cordas
  • Dimitri Shostakovitch (1906-1975). Quarteto de Cordas em C menor Nr. 8, Op. 110
  • Aleksander Borodin (1833-1887). Quarteto de Cordas em D maior, Nr. 2

Mais recentemente tenho ouvido menos música de câmara do que gostaria e fiquei bem impressionada com todas as obras. Mas a peça do Borodin me encantou particularmente.

Aleksander Borodin, compositor e, quem diria, médico e químico russo, se considerava um “músico domingueiro”. É  bem verdade que ele dedicou sua vida à medicina e à química, tendo inclusive fundado uma escola de medicina para mulheres, em São Petesburgo. Mas o lirismo do primeiro movimento de seu quarteto de cordas número 2 é notável, e a obra como um todo, sublime de ponta a ponta. Vale conferir.

What kind of leader are you?

This is about lessons for leaders. But what makes it unique is its charming argument: Mr. Itay Talgam, an israeli conductor and consultant, establishes parallels between 6 of the great 20th century conductors and leadership styles.

You may find of special interest the one official talk attached to this post – it was made during a TED Conference held back in 2009. Its lessons are universal and still perfectly up to date!

At first it occurred me that I should post this to my Business blog, but its connection to music is so close that LesAmis seems actually more suitable to accommodate this discussion.

Now, reserve some time to watch the video. Enjoy!

** O Video com legendas em português (Brasil) está disponível aqui.

Orquestra Reciclada!

Nossos amigos aqui no LesAmis já conhecem minha velha admiração e suporte por projetos sociais que visam transformar através da música – Playing for Change sendo um dos meus preferidos.

Nesta linha, aprendi hoje sobre a existência de um projeto desenvolvido por uma comunidade em Cateura, no Paraguay, que constrói instrumentos de orquestra a partir de… lixo! Isso mesmo, edifica sonhos e promove a música de concerto.

Um “detalhe”: o luthier a cargo da construção dos instrumentos, Sr Nicolas, é um morador de rua vizinho do lixão, com zero experiência prévia no posto. Inspirado pela iniciativa e criatividade do Sr Nicolas, o maestro Szaran se dispôs a formar então a “orquestra reciclada”, recrutando crianças que moram no entorno do lixão… “O mundo nos dá lixo; nós da os música de volta!”.

Para conhecer mais sobre o projeto, vale assistir o video de divulgação – e para explorar mais visite o blog.